15 indicadores de performance que todo salão precisa acompanhar
4 de agosto de 2017
0

Texto: Sankhya

 

01) Lucro Líquido

O lucro líquido é a menina dos olhos de qualquer empresa. Como ensina o SEBRAE, nós podemos chegar a este valor depois de somar todo o faturamento e deduzir os custos e as despesas dele.

02) Margem de Lucro Líquida

A margem de lucro é aquilo que a sua empresa planeja lucrar como retorno do que foi investido nela. De acordo com o SEBRAE, além de fazer o cálculo do lucro líquido (deduzindo custos e despesas do faturamento bruto), para obter a margem de lucro líquida devemos estipular um valor que bata com o que o mercado esteja interessado em pagar pelo seu produto. Se a produção ou a expectativa de lucros estiverem muito acima do normal, pode ser que você tenha problemas com planejamento financeiro no futuro.

3) Margem de lucro bruta

A margem de lucro bruta serve para apresentar a rentabilidade de um negócio. Para fazer o cálculo desta margem devemos pegar o quanto ele recebeu pela venda de um produto ou serviço e deduzir o valor de produção ou do custo pelo serviço. Vale lembrar que isso é diferente de lucro, uma vez que os gastos administrativos não entram na conta por aqui.

4) EBITDA

Do inglês Earning Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization, a EBITDA é uma forma de calcular quanto uma empresa gera de recursos apenas com sua operação, ou seja, antes de subtrair os impostos. Logo, a fórmula para se chegar a EBITDA seria: Lucro Operacional Líquido + Depreciação + Amortização. Este é um dos indicadores mais fundamentais para empresas que buscam investidores e serve como referência para comparar resultados com outras empresas do mercado.

5) ROI

Do inglês Return On Investment, a sigla ROI significa o retorno do investimento. Ou seja, é o resultado adquirido com um investimento gasto.

6) Net Promoter Score (NPS)

Criada pelo pesquisador Fred Reichheld, a Net Promoter Score é uma métrica que busca mensurar através de uma única pergunta quais são os clientes promotores da marca.

7) Customer Lifetime Value (CLV)

Tida como uma métrica que busca entender qual o lucro que uma empresa poderá ter, o CLV busca encontrar qual seria o valor total obtido com um determinado cliente dentro de um determinado período e por quanto tempo ele ainda poderá ser cliente.

8) Market share

De forma bastante simples, o market share significa a participação de uma empresa no mercado em que ela se encontra. Pode ser medido por faturamento, quantidade de clientes, etc.

9) Custo por lead (CPL)

Bastante usado no ambiente web, o CPL é a soma dos gastos com marketing dividido pelo número de leads gerados por ele.

10) Ticket médio

O ticket médio representa, segundo o SEBRAE, o valor gasto em média por um cliente em seu negócio. Ou seja, para se chegar a este resultado deve se encontrar a receita bruta da empresa e dividi-la pela quantidade de clientes em um determinado período.

11) Receita por funcionário

O cálculo de receita por funcionário pode servir para mostrar o desempenho de uma equipe. Basta dividir o valor da receita pelo número de funcionários de empresa durante um período específico.

12) Índice de satisfação dos funcionários

É sempre importante para saber qual o grau de satisfação dos colaboradores da empresa. Este indicador deve identificar os principais GAPs da gestão de pessoas e orientar as ações de clima organizacional.

13) Taxa de retenção de funcionários

Capaz de mostrar o índice de satisfação dos funcionários, a taxa de retenção apresenta o tempo médio em que os colaboradores de uma empresa ficam nela. Essa taxa pode abordar tanto o tempo total de vida da marca como também de um período específico a fim de encontrar possíveis problemas.

14) Liquidez

Liquidez é a capacidade de transformar um ativo em dinheiro. Quanto mais rápida for essa conversão, mais líquido um ativo é. Esse indicador avalia a capacidade que a empresa tem de pagar seus fornecedores e funcionários.

15) Índice de inadimplência

Controlar as contas a receber é importante para que a empresa consiga balancear suas contas a pagar. Este índice avalia o que a empresa tem a receber e quanto desse montante está atrasado ou não sendo pago.

 

 

Deixe uma resposta